Apple fechará loja no Havai e abrirá na Coreia do sul

Cristina Assunção

A Apple está prestes a expandir sua presença na Coreia do Sul com a inauguração de sua sexta loja no país, marcada para o dia 9 de dezembro no Starfield Hanam, situado fora de Seul.

Esta será a primeira loja da Apple fora da capital sul-coreana e a terceira localizada dentro de um shopping center sul-coreano.

AirJet para solucionar problemas existente em MacBook Air de 13 e 15 polegadas

A nova loja da Apple terá paisagismo inspirado em Hanam e no Rio Han

Loja Apple Havai/Imagem-crédito: apple
Loja Apple Havai/Imagem-crédito: apple

Ao ocupar o primeiro andar do Starfield Hanam, a nova loja da Apple será projetada com elementos inspirados na paisagem de Hanam e no Rio Han, buscando integrar conceitos de acessibilidade e sustentabilidade em seu design. A empresa já disponibilizou wallpapers temáticos da loja em seu site, oferecendo uma prévia do que os consumidores podem esperar.

iPhone 15 dominou o mercado de displays em outubro

Contudo, essa expansão vem acompanhada do anúncio do fechamento permanente da Apple Royal Hawaiian, localizada em Honolulu, Havaí, em 20 de janeiro de 2024. Conforme reportado pela KITV, a empresa está considerando realocar funcionários desta loja para outras filiais, como as lojas de Ala Moana ou de Kahala.

Outras informações: iPhone 8 para iOS 17: Novidades, recursos e compatibilidade

Leilão da Receita Federal tem iPhones banhados a ouro!

A Apple Royal Hawaiian, a terceira loja da empresa no Havaí

Loja Apple Havai/Imagem-crédito: apple
Loja Apple Havai/Imagem-crédito: apple

E reconhecida por sua fachada externa única, escura e possivelmente construída com rocha vulcânica. Seu interior apresenta um layout que remete a uma ilha, com balcões e painéis gráficos, conferindo-lhe uma identidade singular.

O encerramento da Apple Royal Hawaiian marca o fim de uma era para a presença da empresa no mercado havaiano. A abertura grandiosa desta loja foi documentada em um vídeo publicado no YouTube, ressaltando o impacto que a Apple teve ao adentrar esse mercado.

NameDrop e a preocupação da polícia dos EUA sobre a segurança das crianças

Em um contexto mais amplo, em junho do ano passado, a Bloomberg havia divulgado um plano ambicioso da Apple para revitalizar sua presença global no varejo até 2027. Esse plano visa aprimorar a experiência de compra dos clientes, revelando o compromisso contínuo da empresa em inovar e aprimorar seus espaços físicos de varejo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *