iPhone esquentando? Veja as possíveis causas

É tão comum ficar tanto tempo com o iPhone em mãos que já é fácil conhecer a sua temperatura saudável.

O que fazer para iPhone não esquentar?

iPhone esquentando após atualização e já começa a esquentar, logo é possível perceber rapidamente esse problema.

Embora uma certa variação da temperatura, de acordo com o clima, possa ser normal no iPhone esquentando após atualização. Um superaquecimento já pode acusar que há algo errado. O iPhone esquentando pode não ser um grande problema, mas pode se tornar um se permanecer assim por muito tempo.

Qual a temperatura ideal de um iPhone?

A temperatura ideal de um iPhone varia entre 0° e 35°C. Dentro dessa temperatura o seu funcionamento está normal.

Como o iPhone sofre com as variações do clima, ele pode ter uma variação de temperatura entre -20° e 45°C. Dentro desse limite, o iPhone ainda não estará prejudicado.

Porém, manter seu iPhone dentro de um porta luvas de um carro estacionado em um dia de verão ou do lado, de fora da casa durante um dia frio de inverno poderá prejudicá-lo. Por isso, o ideal é manter o telefone sempre em temperaturas amenas e longe da luz direta do Sol.

Sintomas do iPhone esquentando demais

Quando a temperatura do iPhone sobe demais e chega a uma temperatura que pode prejudicá-lo, o próprio aparelho entra em um modo chamado de resfriamento. Geralmente, isso ocorre depois de situações em que o telefone ficou exposto diretamente ao sol, guardado em lugares extremamente quentes (dentro do carro) ou ainda foi utilizado excessivamente em um local muito quente.

Quando o telefone entra nesse modo de resfriamento, o usuário poderá perceber alguns sintomas e enfrentar algumas dificuldades para utilizar o seu iPhone. E quanto mais o telefone esquenta, mais essas medidas pioram.

O que fazer quando o celular esquenta muito?

  • O iPhone carrega lentamente ou não carrega;
  • O sinal da operadora ficará muito fraco, inclusive impedido de fazer chamadas;
  • A performance do iPhone ficará muito lenta, principalmente em aplicativos com gráficos muito ricos;
  • Provavelmente o iPhone emitirá um aviso na tela dizendo: O iPhone precisa esfriar antes de poder ser usado;
  • Caso o usuário esteja navegando, poderá aparecer o seguinte alerta: Temperatura: o iPhone precisa esfriar.
  • Caso o usuário insista em usar a câmera, por exemplo, o flash não funcionará;
  • E enfim, a tela poderá ficar preta, sem condições de uso.

O que fazer se o iPhone estiver aquecendo demais?

Caso o iPhone esteja em qualquer uma das situações descritas acima, será necessário seguir um passo a passo:

  • Desligar o iPhone;
  • Encerrar o carregamento, caso esteja realizando;
  • Deixar em algum lugar mais frio e fora da caixa;
  • Aguardar até que ele esfrie e atinja a temperatura ideal.

Situações que levam ao aquecimento do iPhone

Existem algumas situações em que esse aquecimento pode até ser considerado normal. São elas:

  • Quando usuário configura o iPhone pela primeira vez;
  • Quando o usuário restaura o iPhone utilizando um backup;
  • Quando a tela do iPhone é substituída, nesse caso o aquecimento poderá ocorrer até que seja calibrada a nova tela;
  • Quando usuário faz uso de aplicativos que exigem muito da CPU, como no caso de gráficos muito intensos ou realidade aumentada;
  • Após alguma atualização de software.

Nesses casos é normal que durante os processos a temperatura fique um pouco elevada, porém findado os processos, as temperaturas tendem a voltar ao normal.

Porque o iPhone esquenta?

O iPhone esquentando, geralmente, ocorre pelo aquecimento excessivo da unidade central de processamento, a CPU. Ela é o coração do iPhone.

É na CPU que todos os cálculos ocorrem em grande velocidade, permitindo que assim ele funcione como se fosse um computador. Por isso, ao configurá-lo pela primeira vez, ela trabalha numa velocidade maior e aquece demais. Assim como ao restaurá-lo ou ao substituir a tela. Porém, após todas as atividades terem sido realizadas, a temperatura baixa e assim a CPU volta ao seu estado normal.

O superaquecimento também pode ocorrer em outras ocasiões que exijam uma pressão maior na CPU. Como por exemplo:

  • Muitos aplicativos abertos. Como solução, o usuário deve fechá-los;
  • Uso de aplicativos muito pesados e com gráficos muito extensos. Para solucionar, o usuário deve deixar o aparelho descansar por um tempo, até a temperatura abaixar.
  • Aplicativos muito antigos podem exigir a realização de cálculos extras da CPU. Por isso, atualize sempre os aplicativos.

E caso perceba o iPhone esquentando demais e em momentos comuns do dia a dia o ideal é procurar uma assistência técnica iPhone, pois o aquecimento a longo prazo pode causar danos sérios ao aparelho.

Deixe um comentário