5 dicas para ajudar a prolongar a vida útil da bateria do Apple Watch

Desde o seu lançamento, o Apple Watch aumentou incomensuravelmente o perfil dos smartwatches e passou a ser o líder de mercado.

A Apple não divulgou nenhum número oficial sobre o número de Apple Watches que mudou desde o lançamento do dispositivo e as estimativas, dos analistas variam cerca de 3,5 a mais de 10 milhões de unidades com o passar dos anos.

Quanto tempo para carregar o Apple Watch pela primeira vez?

Normalmente cerca de 2,5 horas até bater os 100% de carga.

Posso deixar o apple watch carregando a noite toda?

Alguns dizem que sim e outros dizem que não, porém o relógio é preparado para aguentar um bom tempo carregando. Vou citar um exemplo: você colocou para carregar e acabou dormindo mais de 4 horas. Fica tranquilo quando acordar o relógio terá carga total e sem aviso que ficou muito tempo dando carga.

Bateria do relógio inteligente

Seja qual for o número real de proprietários do Apple Watch, o fato é que as alegações da Apple de uma vida útil  e da durabilidade da bateria durante todo o dia no Apple Watch, podem não se aplicar a todos esses usuários. Essa estimativa é baseada no uso médio de mais de 18 horas, mas se você confia muito no seu smartwatch Apple e é um usuário pesado, você pode precisar verificar o uso da bateria ou investir em um carregador portátil.

bateria do Apple Watch
Consumo bateria do Apple Watch

Com isso em mente, aqui estão 5 dicas para ajudar a prolongar a vida útil da bateria e  autonomia do Apple Watch:

Dica 1: Comece com a interface do relógio

Como todos os Apple Watches usam a tecnologia de exibição AMOLED, os usuários podem aproveitar ao máximo a forma como funciona e escolher entre, uma variedade de designs coloridos no relógio. A melhor opção para preservar a vida útil da bateria é escolher uma interface de relógio que seja principalmente preto, pois economiza muita energia (a cor preta usa a menor energia quando desenhada no relógio).

Além disso, concentre-se em evitar interfaces animados no relógio, e também  diminuir o brilho quando você não precisar que o seu relógio fique iluminado.

Quanto mais recursos habilitados, menos tempo de bateria ativa.

Dica 2: Aproveitar ao máximo o modo Power Reserve do Apple Watch

O Apple Watch tem um recurso chamado modo “Reserva de energia”. Sempre que a bateria do seu relógio atingir um ponto criticamente baixo, esse modo vai ligar automaticamente, para que você possa economizar muita bateria e alguns afirmam que ele pode estender a funcionalidade, mais básica do relógio (dando o tempo atual) por 72 horas.

É um modo muito bom quando você só quer que seu Apple Watch funcione como um relógio real. Mas ainda assim, você sempre pode acionar este modo por conta própria, segurando o botão lateral e, em seguida, deslizando através da opção Power Reserve.

Dica 3: reduza o uso do viva-voz do Apple Watch

Atender chamadas no Apple Watch (ou qualquer outro smartwatch) é definitivamente um recurso legal em termos de uso, mas cada chamada de voz que você atende/faz também vai reduzir a vida útil da bateria do seu relógio. Para deixar mais claro, 18 horas de duração da duração da bateria do Apple Watch equivalem a apenas três horas de conversa, portanto, a menos que seu iPhone esteja longe do seu alcance, reduza o uso deste recurso e evite usar o Apple Watch para atender chamadas. Dessa forma você consegue aumentar o desempenho da bateria

Dica 4: Diga não às animações

Além de algumas interfaces animadas no relógio inteligente, você pode encontrar uma abundância de outras animações que drenam a bateria com mais consumo. Felizmente, há duas opções no seu iPhone que podem ajudar no desempenho do Apple watchOS.

Usando o aplicativo Apple Watch no seu iPhone você consegue tirar esses efeitos especiais, e a outra opção é “Reduzir os movimentos”, que desliga algumas outras animações da interface do usuário. Acredite, uma vez que você se acostuma com a falta desses efeitos especiais, você não vai nem lembrar deles.

Dica 5: Tenha calma com as notificações

Por último, mas não menos importante, as notificações são uma das coisas que conseguem fazer qualquer smartwatch valer seu peso no pulso. E um viciado em Apple Watch pode ser facilmente visto deslizando e lendo as suas notificações. Mas estes avisos consomem tempo precioso e duração da bateria.

O recurso que mais come a bateria do relógio é uma sequência de sinais constantes que usam Bluetooth para conectar o relógio ao seu iPhone, o que leva o relógio a acender sempre que você receber um e-mail ou outras notificações. De fato, com muita frequência, os e-mails estão sobre as maiores causas de drenagem de bateria no relógio.

A pior coisa, no entanto, é ligar a opção Mostrar Alertas. Sugerimos fortemente desligar essa opção, ou melhor ainda desligar todas as notificações não fornecidas no Apple Watch.

Dicas extras: 

Mantenha a atualização de software em dia.

Desative aplicativos que não vai usar e são consumidores de bateria.

Desligue o sensor de frequência cardíaca se não precisar nesse momento.

Muitos não sabem, porém é necessário evitar temperatura extrema. Para ter ideia 35 °C já esta bem quente para o relógio.

Evite dar carregar no relógio dentro do estojo ou usando a capa caso tenha.

Se for deixar o relógio parado por muito tempo deixe com 50% de bateria.

O relógio inteligente com o passar dos anos sempre terá novos recursos que podem drenar a bateria. Claro que muitos querem usar esses novos recursos, mas precisa decidir sobre o tempo de uso.

Deixe um comentário