Review – Inovação a um toque no seu pulso com relógio inteligente

Vamos continuar o nosso bate papo sobre a evolução do Apple Watch. Para entender o presente, estamos falando um pouco do passado em alguns artigos.

Hoje tudo o que temos em termos de tecnologia com os Devices da Apple e uso dos Apps teve a sua alavancagem no passado como testes.

Vou falar sobre a evolução da forma de pagamento online e um pouco sobre os Apps

Então vamos começar a falar sobre a inovação na forma de pagamentos online.

Lydia permite que proprietários do Apple Watch façam pagamentos online a partir do seu pulso

Uma startup francesa ainda nova naquele período introduziu uma versão do seu aplicativo de pagamentos na Apple Watch App Store. Graças ao aplicativo Lydia, você poderia apenas tocar em notificações no seu Apple Watch para pagar o seu pedido online ou até mesmo enviar pagamentos para seus amigos.
lydia App
Evolução do pagamento online
A missão da Lydia era oferecer às pessoas soluções de pagamento fáceis e baratas.

O aplicativo Lydia usava seu cartão de débito para realizar seus pagamentos sem nenhum custo. Lydia também permitia que os seus usuários pudessem pagar os seus amigos de volta sem nenhum custo. Além disso, Lydia estava disponível para usar em algumas lojas de varejo, em que se você tivesse interesse em pagar por algo, bastava abrir o aplicativo Lydia, digitar o valor e mostrar o código QR para o comerciante.

Graças ao aplicativo Lydia, você poderia apenas tocar nas  notificações no seu Apple Watch para pagar o seu pedido on-line.

A transação não custava nada ao comprador, a empresa cobrava dos comerciantes 0,3% de cada transação mais as taxas mensais de assinatura do plano. As taxas mensais de assinatura do plano giravam entre €4,90 e €49,90, o que era muito mais barato do que a maioria dos terminais de cartão de crédito. Isso para o cliente/consumidor era excelente e ajudava na adesão.

Na web, sempre que o proprietário do Apple Watch tinha o interesse em comprar algo em um site de e-commerce, bastava clicar no botão “Pague com Lydia”. O aplicativo Lydia então reconhecia “você” usando o seu número de telefone e enviava uma notificação push em seu telefone, quando o usuário abria o aplicativo Lydia. O usuário bastava apenas escolher o cartão de crédito/débito para usar e tudo era feito/pago.

Isso tudo era gratuito para o comprador e muito barato para os comerciantes online em que ele cobrava apenas uma taxa, de processamento de transações de 1,5% além de uma taxa fixa de €0,06. Isso era muito mais barato do que PayPal.

Se você tivesse um saldo no aplicativo Lydia, você também poderia sacar todo o valor da sua conta bancária sem nenhuma taxa cobrada.

O aplicativo Lydia definitivamente estava perturbando a indústria de pagamentos novamente. Com tanta facilidade de uso, adoção de novas tecnologias e ter esses recursos no pulso, o Aplicativo Lydia levou o Apple Watch para outro patamar.  

O serviço/site Lydia ainda existe e ajudou na evolução do pagamento online.

App Store abriu com mais de 3000 aplicativos

A empresa Apple deu o pontapé inicial abrindo para o mercado o seu App Store em 2008 bem junto na época do seu grande lançamento do 3G do iPhone. Nesse período começou com alguns Apps básicos em torno de 500 Apps e durante alguns meses, teve mais de 100 milhões de downloads. Foi dessa forma que aumentou o seu número de Apps.

App Store para o Apple Watch estava lançando e começou com mais de 3000 aplicativos disponíveis para escolher. Foi um grande bum no lançamento naquele momento. A loja de aplicativos entrou em operação e  se tornou disponível para os clientes em todo o mundo.

Apple Watch Display
Apps Apple

O Apple Watch teve uma tremenda procura com o conceito da tecnologia no pulso. Dito isto, houve relatos de tempos de espera de até quatro a seis meses, para ter o relógio inteligente e quem teve  a sorte de conseguir na pré-encomenda estava muito satisfeito com a nova tecnologia.

Start inicial App Store

Mantendo-se fiel ao desempenho, a Apple emitiu orientações aos desenvolvedores de que qualquer interação com aplicativos não poderia durar mais do que 10 segundos. O novo dispositivo foi projetado para fornecer atualizações claras e concisas, sem interromper suas tarefas atuais, mas alguns desenvolvedores naquele momento já estavam prevendo que a gigante da tecnologia também poderia, estar tentando proteger a vida útil da bateria do dispositivo.

Seja qual foi o motivo visto naquele momento, a qualidade e a experiência do usuário dos Aplicativos Apple Watch, determinava se a Apple mais uma vez acertou com um produto que era simplesmente melhor do que os principais rivais que tinha no mercado naquele momento.

A maioria dos aplicativos para o Apple Watch seria uma extensão de aplicativos do iPhone. O fato do relógio ser uma extensão do próprio iPhone, também significava que os aplicativos em ambos os conjuntos de hardware poderiam resultar em uma experiência melhor para o usuário.

Esse é mais um artigo da nossa coleção sobre a evolução da empresa Apple.

Deixe um comentário