Smart Glasses – Óculos de realidade virtual

Os óculos inteligentes tiveram uma grande divulgação e crescimento entre os anos 90 e 2000, no qual teve muitas ascensões tecnológicas que hoje consideramos nostálgicas.

A evolução dos aparelhos de rádios Mini System, às fitas cassete gravadas na rádio para ouvir no walkman, o cd, dvd e o mp3 player chegamos ao óculos inteligente.

Realidade virtual como tendência

Talvez o ponto mais nostálgico na infância de muitos no início dos anos 2000, era chegar no final de semana pegar o computador e chegar na casa de um colega, ou vizinho onde a galera se encontrava para jogar na madrugada, onde a conexão era mais barata na era da conexão discada. Passar a madrugada toda jogando Age of Empires ou Counter Strike, no tempo que internet era lenta discada e cara, essa era a forma de jogar com os amigos. Diversão garantida durante a madrugada.

Se alguém naquele período tivesse dito algo ou como se fosse uma visão do futuro que poderíamos, viver em uma era onde todas essas tecnologias combinadas seriam carregadas no nosso bolso, provavelmente ninguém acreditaria, mas é dessa forma que acontece hoje com os smartphones, que nada mais é um mini computador no seu bolso, porém muito poderoso se comparado com os computadores antigos.

Mesmo que a tecnologia tenha evoluído muito, ela não estagnou e continua evoluindo a cada dia e ainda mais rápido, mesmo que você não perceba. Hoje podemos dizer que é muito simples, rápido e fácil ter em mãos um aparelho que na velocidade de um clique ou toque digital, poderá acessar o mundo com diversas informações. 

Visão do futuro é sempre ter algo mais simples, mais fácil e mais rápido.

Nova era da computação vestível

Esse é o princípio dos dispositivos wearables, ou a famosa tecnologia vestível no qual entram os Smartwatches.

É aí que entra os Smart Glasses, a próxima grande tecnologia que pode não só dar acesso  às informações simples no seu campo de visão, mas também poderá mostrar em tempo real as informações que podem auxiliar no seu trabalho, nos estudos ou até corrigir problemas de visão.

Sim, já tem estudos/testes com óculos inteligentes que ajudam deficientes visuais a enxergar.

Leia aqui: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/06/140617_oculos_inteligentes_visao_fn

É exatamente sobre isso que vamos falar hoje no iPhone Blog mais uma visão do futuro.

O Smart Glasses são óculos equipados com algumas das mesmas tecnologias usadas nos smartphones. 

Calma não é o famoso filme Matrix ou o desenho antigo Os Jetsons.

Como eu disse bem no passado, fazer uma visão do futuro era loucura hoje uma realidade. 

Essas parecem funcionalidades simples e que talvez não adicionem muito para o futuro, mas esse é só o começo e onde tudo tem o seu start. Várias marcas e grandes empresas têm feito investimentos pesados nessa tecnologia incluindo Amazon Smart Glasses, mas talvez a mais reconhecida atualmente seja a Apple

Antigamente os Headphones eram com fio e hoje já temos Airpods Max. Outra grande evolução que ninguém imaginava no passado.

Desde o fracasso do Google com seu protótipo em 2014, nunca foi visto nenhuma expectativa tão grande por uma tecnologia. O público está esperando ansiosamente algum anúncio sobre Apple Glasses, que até o momento não passam de especulação.

Alguns dizem que um dia teremos essa tecnologia e o modelo não deve ter câmera igual a que foi acoplada no primeiro lançamento, por conta de polêmicas envolvendo invasão de privacidade. Mas, promete chegar equipado com um scanner LiDAR, mesmo sensor presente no iPhone 12, que é capaz de mapear ambientes e medir a distância dos objetos.

Desde o ano de 2020 a empresa Apple não deixou de forma oficial algo sobre os óculos com lentes inteligentes. Até o momento o que temos são alguns vazamentos e especulações jogados na internet.

O começo do óculos sobre realidade virtual

A história do Smart Glasses começou nos anos 60.

No ano de 1968, um grande cientista chamado Ivan Sutherland da Universidade de Utah, conseguiu com uma ajuda do seu aluno Bob Sproull, criar um dispositivo revolucionário para época chamado “The Sword of Damocles”, naquele momento foi considerado como o precursor da tecnologia da realidade virtual.

Smart Glasses Oculos De Realidade Virtual
Smart Glasses – Óculos De Realidade Virtual

Ainda era algo arcaico no qual ficava preso na cabeça do usuário e ficava rastreando os movimentos, mudando o que era exibido de acordo com o lugar para onde era apontado. Alguns anos mais tarde + – em 1980 e 1990, Steve Mann, um famoso professor do departamento de Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade de Toronto, estava trabalhando em uma tecnologia inovadora para época, chamada WearComp, que simplesmente consistia em combinar vários dispositivos criando uma experiência visual.

Google Smart Glasses

E nesse momento teve o pontapé inicial para os óculos inteligentes. Foi essa tecnologia que abriu as portas para o Google, que depois de manter o sigilo por 6 anos, lançou o protótipo do seu óculos inteligente em 2013, chamado “Google Glass”.

O aparelho naquele momento gerou muita euforia e de início foi  distribuído apenas para um público restrito de desenvolvedores e jornalistas. Infelizmente em 2014 quando foi liberado para o público logo percebeu algumas falhas.

Quando teve um artigo publicado no site Inc., falando sobre o óculo no mercado Norte Americano, estava com um valor bem alto para o momento em US$1.500. Naquele momento foi considerado e infelizmente como a pior invenção em termos de tecnologia. Em termos de usabilidade para o usuário foi ruim e nada prático.

Google Glass, o que aconteceu?

Um dos pontos fortes no qual recebeu muitas críticas foi devido a câmera acoplada ao óculos, na qual poderia tirar fotos e gravar vídeos.

Por conta da câmera, o dispositivo foi considerado uma grande ameaça à privacidade. Naquele momento foi visto como algo perigoso no qual poderia registrar algo sem autorização da pessoa.

Ainda não era o momento de pensar que era o James Bond.

Foi + – um ano depois do seu começo nas vendas infelizmente saiu de linha com pouca adesão do público.

Segundo o jornal The New York Times, alguns dos ex-funcionários da empresa Google que de alguma forma estavam envolvidos com o desenvolvimento desse produto alegaram que precisaria de mais tempo no desenvolvimento. O público esperava algo revolucionário e na prática isso não aconteceu.

Glass Enterprise – Óculos de realidade aumentada

Depois de alguns testes a empresa fabricante disse que o óculos deveria ser lançado para o público empresarial chamando de Glass Enterprise. Nesse momento foi bem aceito e logo teve a sua segunda versão em 2019.

Apesar de ainda não existir informações oficiais sobre a data de lançamento ou até mesmo o desenvolvimento de um protótipo, porém já existem muitas especulações sobre o tema.

Em alguns artigos publicados no site CNET, teria uma previsão do famoso analista Ming-Chi Kuo, dizendo que os óculos inteligentes deveriam chegar em meados de 2025. Segundo matéria da CNBC, embora a tecnologia já esteja pronta, ela conta com uma série  de pontos de melhorias, tanto na parte técnica quanto na sua usabilidade no dia a dia.

Na parte  técnica, tamanho, design e bateria são aspectos que devem melhorar para fazer parte do dia a dia. Nos  quesitos de funcionamento, apenas ler mensagens, ter informações de região com mapas ou usar para chamar um Uber não são funcionalidades  relevantes o suficiente para o usuário no dia a dia.

Mas a expectativa é que melhore todo o sistema de compra online, desde ajudar a decidir qual roupa ficaria melhor em você até se os móveis caberiam na sua casa.

Quem sabe um dia esse óculos possa um dia substituir as telas como um todo.

Alguns artigos publicados no site Tom’s Guide, revelaram uma patente de que a empresa Apple teria e começando a trabalhar para o desenvolvimento de anéis inteligentes, que seriam capazes de detectar gestos e dessa forma conectar-se com outros dispositivos.

Essa tecnologia seria algo revolucionário. O Apple Glasses poderia simplesmente tirar a necessidade do uso das lentes de precisão, podendo ajudar a corrigir digitalmente qualquer problema de visão, porém ainda não seria lançado na sua primeira versão.

O público com mais idade vai entender bem lembre-se do desenho Os Jetsons. O passado virando realidade. Poderemos ver novas profissões no mercado e algumas sumindo com essa tecnologia.

Tanto no dia a dia quanto em áreas específicas, essa tecnologia tem um potencial enorme para funcionamento.

Não esqueça de compartilhar esse artigo com um amigo, ou compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações