Entenda como a Apple protege seus produtos e serviços

Proteger seus dados Apple

Será que realmente os produtos da empresa Apple são seguros em termos de privacidade?

Então, o quão seguro são os dados da Apple?

Na Apple, segurança e privacidade são recursos que vêm como padrão em todos os dispositivos iOS, como criptografia end-to-end, bloqueio de ativação, ferramentas de segurança que deu muito pano para manga no embate Apple VS FBI.

O que pode ser aprendido com este caso é que não só a Apple quer proteger sua privacidade, mas há um grande número de pessoas também querendo ter a sua privacidade.

E que normas de proteção que a Apple tem para você?

Sua segurança anda de mãos dadas com a sua privacidade, e se você tem falta de segurança, então vai ser fácil para alguém bisbilhotar em seus dados e sua privacidade é praticamente inexistente. Porque smartphones e computadores estão se tornando uma grande parte de nossas vidas, e têm muita informação sobre nós e nossos entes queridos neles, e a Apple leva a segurança nestes dispositivos muito a sério.

Outras informações: https://www.apple.com/br/privacy/features/

Quão seguro é o ecossistema da Apple?

Entre algumas das coisas que você mantém em seus dispositivos da Apple são:

  • A localização da sua família e filhos;
  • Informações de contato pessoal;
  • Fotografias e vídeos pessoais;
  • Informações pessoais de saúde;
  • Bancário, cartão de crédito e informações financeiras;
  • Senhas importantes e informações de login;
  • Suas listas de compras;
  • Mensagens pessoais para seus amigos e familiares;
  • Mensagens de voz pessoais deixadas por amigos e familiares;
  • E assim por diante…

Além disso, a privacidade vai muito mais longe do que o que está em seus dispositivos da Apple, mas também o que pode ser feito para espiá-lo com seus próprios dispositivos. Aqui estão mais algumas coisas a considerar se um hacker pudesse entrar no seu iPhone, Mac, ou outro dispositivo:

  • Eles poderiam me espionar com as duas câmeras?
  • Eles poderiam registrar-me a qualquer momento com os três microfones embutidos?
  • Eles poderiam acompanhar minha localização com o sistema GPS built-in?
  • Eles poderiam monitorar meu uso da internet para ver o que eu estava fazendo?
  • Eles poderiam ouvir em qualquer um dos meus telefonemas?
  • E assim por diante…

Com tais informações pessoais valiosas em jogo, não é de admirar o porquê da Apple está tomando uma posição forte sobre a privacidade do usuário.

seguranca dispositivos apple
Proteção contra rastreamento digital

Com um grande poder, vem uma grande responsabilidade. (By Homem-Aranha)

A Apple tem detalhado em documento, que analisa dados em tempo real sobre os pedidos de informação do governo à Apple, e mostra a todos como o governo solicita acesso à privacidade de seus usuários.

Leia também: https://support.apple.com/pt-br/HT208525

Os passos que a Apple leva para manter seus dados no iCloud seguros:

Felizmente para os usuários da Apple, a empresa é conhecida por ter padrão de indústria (ou melhor) criptografia end-to-end através de seus dispositivos e servidores do iCloud, igualmente. A Apple usa criptografia AES forte para muitos de seus dispositivos e serviços, os mesmo dados da sua conta do iCloud, que são armazenados em servidores da Apple em um local remoto longe de você, são criptografados para sua segurança e bem-estar.

Sua proteção e iCloud

A Apple observa em um documento de suporte, que mantém um forte bloqueio de vários tipos de informações armazenadas em sua conta iCloud. O iCloud é protegido com criptografia AES de 128 bits, que é um padrão da indústria usado por várias instituições financeiras em todo o mundo. A Apple também diz que as chaves de criptografia são totalmente privadas e nunca são compartilhados com quaisquer terceiros. Todas as coisas incluídas no iCloud mantidas seguras para você:

  • Calendários;
  • Contatos;
  • Favoritos;
  • Notas;
  • Lembretes;
  • Fotos;
  • Documentos na Nuvem;
  • iCloud Drive;
  • Backups;
  • Find My iPhone;
  • Find My Friends;
  • iCloud Keychain
  • iCloud .com;
  • Back to My Mac;
  • Mail.

Todos os serviços listados acima usam no mínimo a criptografia AES de 128 bits, mas no iCloud Keychain onde tem informações ainda mais sensíveis, a Apple usa a criptografia de 256 bits e a criptografia assimétrica de curva elíptica e empacotamento de chave.

Qualquer coisa feita no iCloud.com é trancado com o Secure Sockets Layer (SSL), que é um padrão de criptografia entre a comunicação de um site e uma estação de serviço, padrão utilizado para informações enviadas para o Mail.

A todo o momento os Apps nativos de um Mac, por exemplo, ao acessar o iCloud, compartilham um token seguro para garantir que realmente é você, esse token é enviado através de um SSL segura, mantendo a segurança dos dados garantindo que essa informação não seja compartilhadas para um terceiro.

Qual a segurança dos dados de seu iPhone?

Em cada iPhone existe um “motor” de criptografia mínimo de 256 bits embutido entre o armazenamento flash e a memória interna do sistema, tornando a criptografia muito eficiente e mantém longe o acesso de aplicações indesejadas a informações que não pertencem à eles.

As chaves AES são protegidas em um enclave separado e seguro igual às impressões digitais do Touch ID e não podem ser acessado por qualquer software no iPhone, o que ocorre é que o software tem que esperar uma resposta desse “enclave” verificando a permissão ou não do acesso do mesmo.

Leitura indicada: https://iphoneblog.com.br/apple-fotos-subaquaticas/

Em seguida o iPhone exclui regularmente esses acessos para manter tudo seguro. Quando a Apple na época disse que era impossível FBI redefinir a senha do Apple ID do iPhone do atirador de San Bernardo, eles não estavam brincando.

FBI teria tido uma pequena chance de craqueamento nos detalhes básicos a partir dos dados criptografados em 128 bits AES nos servidores do iCloud do que a eventual quebra de dados criptografados de 256 bits AES no próprio iPhone.

No iPhone, varias tentativas fracassadas de obter a senha, faz com que ele vá para um ‘modo de destruição’ e se auto apague.

E sobre os dados no meu Mac?

No MAC encontramos um software chamado ‘FileVault 2’, onde você pode configurá-lo nas preferências do sistema. Ele usa criptografia AES de 128 bits para manter os dados armazenados no HD/SSD, seguros.

Numa eventual venda da sua máquina, o FileVault 2 entra em ação: remove todas as chaves de criptografia tornando todos os dados inacessíveis e em seguida limpa a unidade mantendo a segurança dos seus dados, nota-se a criptografia num nível menor, mas tem uma explicação.

No Mac não temos impressões digitais, informações de saúde, localização ou dados bancários como no iPhone, o nível de criptografia ainda é menor porque provavelmente a Apple ainda não trouxe todos esses recursos para Mac, outro fato é que ninguém nunca conseguiu quebrar tal nível de criptografia. 

É claro que qualquer informação que você usar a partir do iCloud vai ser protegido ao nível iCloud, e qualquer coisa em seu iCloud Keychain estará protegido com criptografia AES de 256 bits, enquanto todos os outros tipos de dados são protegidos com criptografia AES de 128 bits.

E os dados no meu Apple Watch garantir também?

Apple leva a segurança do seu Apple Watch muito à sério também. A Apple observa que o relógio Apple usa métodos de criptografia semelhantes ao do iOS, que é essencialmente necessário pela forma como as ações do relógio da Apple relaciona-se com dados íntimos no iPhone. 

Apple Watch tem armazenamento criptografado por hardware, e usa criptografia IDS para compartilhar informações entre ele e o iPhone, e essa criptografia é apenas uma das duas camadas de segurança que criptografam informações quando compartilhado ao longo de uma conexão Bluetooth Low Energy (BTLE) ou uma rede Wi-Fi protegida por senha. 

Há também um monte de coisas complexas acontecendo no processo de emparelhamento entre o seu iPhone e o Apple Watch para garantir que as chaves compartilhadas não sejam interceptadas e para manter a sua transmissão de dados entre os dispositivos mais segura, livre de hackers.

Concluindo…

O iOS não é livre de “falhas”, o maior exemplo são as brechas exploradas pelo JailBreak, e é só uma das maneiras de se contornar uma boa segurança. Você estará livre de ações hackers se mantendo dentro dessa proteção que a Apple proporciona aos seus usuários.

Observamos que ela implementou camadas de criptografia de alto nível em seus produtos, o que mantém suas informações seguras e que não caia em “mãos erradas”. A menos que a Apple venha ser forçada a eliminar essa criptografia ou até criar uma “chave mestra” que de acesso a todos o SO, há pouca possibilidade de que suas informações sejam expostas aos olhos errados.

Lançamento e tecnologia: https://pt.wikipedia.org/wiki/IPhone

A Apple sempre esta aplicando novos métodos de criptografia mais eficientes em seus dispositivos e tornando impossível a quebra de segurança de dados nos mesmos.

Então, o quão seguro é os dados no seu iPhone?

Bem, na época da guerra entre o FBI X Apple estava reclamando sobre isso, você pode ter certeza que é muito seguro, porém FBI conseguiu com sucesso fazer o desbloqueio na época https://canaltech.com.br/mercado/fbi-desbloqueia-outro-iphone-sem-ajuda-da-apple-63537/.

Deixe uma resposta